quarta-feira, 30 de março de 2016

MISSÃO JOVEM 2016!!



Entre os dias 23 a 27 de março, Semana Santa, ocorreu a II Missão Jovem em Monsenhor Gil, cidade localizada há 78km da Capital Teresina, contando com a participação da Juventude Missionária de Teresina, juntamente com a Coordenação Arquidiocesana, Leonardo Luz, que organizaram a ida de 43 jovens que apesar da ansiedade, transbordavam de amor para levar o Evangelho aos que necessitam. E foram protagonistas nos 4 dias de partilha e ensinamentos com a comunidade.

Os missionários chegaram quarta (23) à noite a região do Centro de Monsenhor Gil, acomodando-se na Paróquia Menino Deus, na manhã do dia posterior (24) os jovens foram separados em grupos para as determinadas comunidades da cidade: Sítio do Projeto, Bolívia, Cadoz, São Luís, Boa Esperança, Baixa Grande e, também em, Canafílistula e Santa Rita. Entre os dias, os jovens foram responsáveis por diversas atividades, missão evangelizadora nas casas, celebrações, momentos espirituais e terços, ressaltando a importância de estar em oração na Semana Santa. Em depoimento, o Padre Ronald da Paróquia Menino Deus, ressaltou como “presente de Deus” a vinda dos jovens para a cidade, e frisou a importância da ida de mais missionários para abranger ainda mais comunidades.

A Missão Jovem 2016, contou com a visita do Seminarista Francisco Ramires, Coordenador do COMISE NE IV, que salientou a primordial saída dos Jovens a missão e o fortalecimento da articulação dos laços da Juventude Missionária e o Conselho Missionário dos Seminaristas (COMISE). Deste modo, haveria uma participação mais abrangente de formações para os jovens e missões aos seminaristas, uma parceria mútua, esta, sendo comprovada com a participação dos propedêuticos na missão com os jovens, que viram a experiência como um impulso a sua vocação de Padres Missionários. Além disso, houve a participação da Coordenadora Reginal Camila Fernandes e do Secretário Nacional das Obra da Propagação da Fé Guilherme Cavalli.

A ida dos Jovens Missionários, teve como objetivo levar a alegria do evangelho, mais indo além, um dos principais presentes deixado foi a implantação de uma Juventude Missionária em Miguel Leão, cidade localizada a 38km de distância de Monsenhor Gil, que recebeu 10 jovens e dois seminaristas para realizar funções na região. Dessa forma, mais uma Juventude Missionária trabalhará em unidade e propagará a palavra de Cristo.

A vida em Missão, é sair do comodismo e levar o Evangelho com todo o amor. Segundo depoimento da Missionária da Comunidade São Miguel Arcanjo, Geovanna Rocha, a missão torna as pessoas menos egoístas e mais solidárias, anunciando assim a palavra de Deus e renovando o carisma de cada jovem. Ressaltando a unidade no amor de Cristo, a missão contou com a participação da Assessora da IAM (Infância e adolescência Missionária) da Comunidade São Miguel Arcanjo, Paróquia Nossa Senhora Perpetuo Socorro, Polyanna Alves, que em palavras dela “sentiu-se no pedacinho do céu”, através do sentimento de realização da missão. Além de ficar maravilhada com a empolgação dos jovens ao acompanha-la em cada casa, descrevendo que apesar das diferenças inerentes ao ser humano, o amor de Cristo tem o propósito de sermos todos sendo apenas um.

Logo na chegada no Domingo (28), os jovens missionários fortalecidos pelo amor, participaram do Teresina Ressuscita com Cristo, completando assim com êxito a missão e renovados para as missões que virão!

Jovens no Ressuscita com Cristo
TERESINA RESSUSCITA COM CRISTO


terça-feira, 22 de março de 2016

JOVENS DE SANTA CRUZ DO PIAUÍ ARTICULAM A CRIAÇÃO DE GRUPOS DE JUVENTUDE MISSIONÁRIA


Na última terça-feira (22/03), na Semana Santa, jovens da comunidade paroquial de Santa Cruz do Piauí, Paróquia Senhora Sant’Ana, Diocese de Picos, se encontraram para refletir sua caminhada de Igreja e articular a criação de Grupos de Juventude Missionária – JM. Diante do crescente distanciamento e desencanto dos jovens pela caminhada eclesial, a busca de tornar aqueles que fizeram um encontro pessoal com Jesus Cruz e estão no seio da comunidade de fé é um apelo incessante no coração da Igreja. Para ir até os jovens e proporcionar-lhes um encontro pessoal com o Mestre para que se tornem seus discípulos-amigos, e, como consequência, tornarem-se testemunhas da alegria desse encontro e escola de vida, a criação de Grupos de JM, parece uma resposta à altura do desafio missionário a que se propõem.

Estiveram presentes a jovem secretária paroquial, Ayla Maria, a coordenadora paroquial do setor juvenil, Bárbara Martins, os coordenares dos Grupos de Base, Maria Teresa e Samuel Martins, e o coordenador do COMISE NE 4, Francisco Ramires. A luz da consciência de que toda a Igreja é por sua natureza missionária refletiram a situação dos jovens na nossa cidade, estado, país e no mundo, procurando responder as suas interpelações olhando para o Pessoa de Jesus. “É preciso que pensemos maneiras de envolver os jovens e fazer com eles possam assumir sua missão de batizados.” Afirmou Bárbara Martins, coordenadora do Setor Juvenil Paroquial. “Estou animada! Precisamos animar os jovens de nossa comunidade para que descubram seu projeto de vida inspirados na amizade com Jesus.” Declarou Ayla Maria, secretária paroquial.

A dificuldade de criar estruturas e atrair os jovens para a comunidade de fé alimenta ainda mais o anseio missionário dos jovens. Para começar os trabalhos e articular os grupos de JM na paróquia, os jovens planejaram um Intercambio Missionário em forma de acampamento, que deverá acontecer no último final de semana de junho (24-26/06) na cidade de Santa cruz do Piauí. Tudo em consonância com as lideranças do Regional e Nacional em vista de uma caminhada em unidade com as POM, na Obra da Progação da Fé.


Por Francisco Ramires

quinta-feira, 17 de março de 2016

Breve Relato: A História por trás da II Missão Jovem 2016

Por: Gabrielle Alcântara

A juventude missionária de Teresina, participará da II Missão Jovem, que ocorrerá entre os dias 23 de março até 27 de março – durante a semana santa – no qual irá evangelizar nas comunidades de Monsenhor Gil, município piauiense, a 65 km da Capital: Teresina. A cidade, historicamente, foi fundada pela religião. Tudo começou com o jovem Gil, morador do povoado de Lages pertencente a Capital, posteriormente chamada de Natal, pois bem, ele era sacerdote e foi mandado a Roma afim de se tornar Monsenhor. Completando seus estudos, retornou a seu povoado natal para assumir a propriedade de seu pai. Com a intenção de construir uma Igreja para o Menino Jesus, fez várias quermesses com o objetivo de obter o dinheiro. Assim, posteriormente, doou toda a sua herança para a Igreja, aglomerando a população em torno da comunidade. Monsenhor foi além, lutou para reconhecer o templo como paróquia, porém, somente em 1963 o povoado foi emancipado e formalmente elevada à categoria de Cidade. Vemos então a profunda ligação religiosa da cidade, sendo predominante o Catolicismo na região.

 Segundo dados do IBGE feita em 2015, a população de Monsenhor Gil gira em torno de 10.333 pessoas e apenas 7.333 são alfabetizadas. Relevando o descaso com o aprendizado populacional, característico do país. Ademais, a economia é basicamente agropecuária, com plantações de arroz, feijão e outros, constituindo assim um das cidades com PIB mais elevado no Piauí (sendo que o Estado é o mais pobre do Brasil), apontada como uma das melhores cidades do Brasil para se viver. A respeito do turismo na região, a Igreja do Menino Jesus e Açude do Monte Alegre são lugares em que qualquer turista deve visitar. Apesar dos pontos positivos da região, a violência é constante, sendo um dos municípios mais violentos com constantes assassinatos, visto assim a necessidade da evangelização no local com urgência. Apesar disso, o povo monsehorgilenses, é uma população pautada na fé, carinhosa, gentil e que assim como na missão passada, realizada em 2014, recepcionará os jovens com o coração aberto de amor.


Em suma, este é um pequeno resumo do local onde a Juventude Missionária irá evangelizar, todos de comunidades de Teresina dispostos a deixar o seu comodismo na capital para se “aventurar” nas região do finado irmão Monsenhor Gil, que assim como nós, era um missionário, afinal, doou suas terras para o bem de uma vila e para o propósito maior do Catolicismo. As perspectivas da missão é, primeiramente, de ansiedade e  medo por parte dos inexperientes, porém, vai de encontro da tranquilidade e amadurecimento daqueles que já vivenciaram a missão. Seja todo esse embolado de emoções e sentimentos, um prevalece: a vontade de anunciar Cristo. E é com esse amor e com o peito transbordando, que todos nós, Jovens Missionários de Teresina, iremos a Monsenhor Gil.
Fonte: Internet

quinta-feira, 10 de março de 2016

Há exatamente 3 anos anos atrás foi feita a formação e implantação da JM de São Miguel Arcanjo - Bairro Alto Alegre

JUVENTUDE MISSIONÁRIA DE ANIVERSÁRIO                                                                                             Há exatamente 3 anos anos atrás foi feita a formação e implantação da JM de São Miguel Arcanjo - Bairro Alto Alegre. Tudo começou a partir de um RETIRO ESPIRITUAL de uma turma de crisma da comunidade São Miguel arcanjo da Paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, bairro Mafrense, que aconteceu no período do carnaval, que após vivenciar dias de graças, com o apoio espiritual do amigo Frei Clemilson, que com suas formações todos entenderam que o sim para o sacramento da Crisma, ia muito além de apesar receber o sacramento e sim ir ao trabalho ao serviço do reino de Deus, com o objetivo de formar um grupo de jovens para atuar na comunidade, conheceram o carisma do serviço missionário, que através da formação e implantação feita pela então coordenadora Regional da JM Camila Fernandes, desde de então, estão na caminhada missionária! Jovens missionários, sempre solidários!!!
Retiro Espiritual da turma de Crisma "UNIÂO" momento de aprofundamento para o conhecimento da palavra de Deus, foram tratados os temas: O plano de Deus na minha vida, ser cristão e outros, onde cada jovem procurou entender um pouco mais sobre o porque de receber o sacramento da Crisma.
 https://www.facebook.com/Juventude-Missionaria-de-Teresina-542913285749608/?ref=hl

quarta-feira, 9 de março de 2016

Breve Relato: Exemplos de mulheres na vida em Cristo e na Propagação da Fé.

Por: Gabrielle Alcântara


Ontem (08 de março) foi o Dia Internacional da mulher, ser de importância singular a Propagar a fé em Cristo e ajudar o próximo, tanto em sua história quanto na atualidade. Há o exemplo de Paulina Jaricot, fundadora da Obra de Propagação da Fé, que objetiva incentivar e a propagação da vocação missionária universal, auxiliando e ajudando por meio de orações, de materiais e pessoas dispostas a servir a missão. Paulina Jaricot, uma mulher, que lutou pela admissão de sua fé e do seu ardor missionário, através de sua persistência e luta contra o patriarcalismo da época, conseguiu ramificar em grupos a missão: a exemplo a Juventude Missionária, Família Missionária e Enfermos e Idosos missionários. A presença da mulher é vista também, na padroeira das missões: Santa Teresinha do Menino Jesus, que dedicou sua vida a servir ao próximo, praticando o mais puro amor da vida cristã, mesmo não indo a missões, passou a vida a praticar a bondade e fazendo da sua forma de viver, exemplo para todos os missionários. Afim de ramificar o papel feminino na Igreja, a Irmã Tecla Merlo, fiel companheira de Tiago Alberione, foi fundamental para a fundação das Irmãs Paulinas, da qual é cofundadora, capitando a essência da vocação de Paulina e do papel da mulher na propagação do papel missionário feminino.

A mulher tem um papel fundamental na Igreja Católica, a de transmitir a fé mesmo com os obstáculos da antiguidade e na atualidade. Papa Francisco ao fomentar sobre a importância feminina na Igreja, diz: “Estão impulsionadas pelo amor e sabem receber este anúncio com fé: acreditam e imediatamente transmitem, não o guardam para si.” Há séculos a mulher vem conquistando e ratificando seu lugar, guiadas pelo espirito santo, propagam as nações a notícia de que Cristo vive, levando o amor e a misericórdia de Deus.
Em realidade da Juventude Missionária Piauí, as mulheres se destacam e exercem seu papel na Igreja, ao exemplo da Coordenação Regional, ocupada durante 4 anos, por uma mulher, Camila Fernandes, que através de seu trabalho deu mais visibilidade ainda para a criação e manutenção de uma Juventude Missionária (JM) forte e capaz em todo o Estado. Atualmente, na JM de Teresina há a presença totalitária das mulheres na coordenações das paróquias. Ingrid Suanne na Coordenação da Nossa Senhora de Fátima (Francisco Marreiros – Zona Sudeste), Vanessa Costa da Coordenação da Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Redenção – Zona Sul), Geovanna Rocha na Coordenação da Comunidade São Miguel Arcanjo (Alto Alegre – Zona Norte) e Beatriz Lopes na Coordenação da Nossa Senhora de Fátima (Parque Brasil – Zona Norte). A liderança feminina frente ao trabalho missionário em Teresina, ratifica a luta e capacidade da mulher na Igreja e em todos os âmbitos que ela se propor a coordenar e participar.


E é através desse pequeno relato de história e superação da mulher, que a Juventude Missionária Teresina deseja a todas as Geovanna(s), Ingrid(s), Michelle(s), ou seja, as mulheres voltadas a propagação da palavra de Cristo além fronteiras e as que ainda não acharam a sua vocação, mais força e coragem para vencer todos os desafios e empecilhos da vida em missão, vencer as violências e toda a desigualdade predominante na sociedade há séculos. Pois Deus não enxerga gênero ou sexo e sim o coração puro de amor.