segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Reunião dos Lideres Jm Sobre a Missão Jovem.


No dia 17 de Fevereiro estiveram reunidos os líderes da Juventude Missionária no Centro Pastoral Paulo VI para à primeira reunião do Ano à fim tratarem metas e formações para à caminhada à nível de Arquidiocese. A reunião motivou à organização da II Missão Jovem à ser realizada na Cidade de Monsenhor Gil, que tem como apoio e grande incentivador missionário do Padre Ronald Carvalho que tanto ajuda à Juventude missionária no seu protagonismo! A Missão Jovem vai acontecer no período da Semana Santa e vai contar com à presença do Secretário Nacional da Juventude Missionária, Guilherme Cavalli. 


Jovens que participaram da reunião.

A missão é algo de inadiável urgência na Igreja, haja vista a insistência perene dos pontífices. Cada qual, na sua época e circunstância colocou sempre em destaque o aspecto missionário da igreja, como algo irrenunciável e pertencente à sua natureza mais íntima, sendo mesmo integrante da sua identidade.

     
Jovens que participaram da missao jovem

Assim a questão da missão é urgente, necessária e imperiosa ao cristão, para que o Evangelho floresça no coração de cada ser humano, para que se reconhecendo originário do Deus que é Bom, torne-se bom também, participando ativamente da vida divina no coração do mundo, trazendo Deus aos homens e levando os homens a Deus.



II Retiro Espiritual da Juventude Missionaria em Teresina.



A coordenação da Juventude Missionária (JM) da Arquidiocese de Teresina da Paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro (Mafrense) realizou entre os 06 á 10 de Fevereiro o seu II Retiro de Espiritualidade Missionária. O encontro aconteceu no Sítio São Carlos, a cerca de dez quilômetros da cidade de Teresina e teve como Tema: “Diversidades das Obas na Unidade da Missão e o Lema: “Há diferentes tipos de dons, mas o Espirito é um só (1 Cor 12,4) . Participaram 35 jovens que partilharam experiências e ressaltaram a importância de servir e caminhar em unidade na missão de Jesus Cristo.
Sitio São Carlos.

O primeiro dia de reflexão abordou a Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano que trás como Tema, “Casa comum. Nossa Responsabilidade”. A coordenadora Regional da JM, Camila Fernandes, falou sobre a Encíclica do Papa Francisco, Laudato Si e sobre a Cultura do Bem Viver. “Para estarmos em sintonia com a proposta de trabalho deste ano enquanto Juventude Missionária no Brasil, que trouxemos para o estudo da Campanha á Cultura do Bem Viver de forma que á compreensão do Estudo do documento do Papa Francisco se tornou estimulador para os nossos jovens ter a coragem de fazer do nosso Estado um lugar mais justo e fraterno”, afirmou Camila.
Jovens no momento de dinâmica.

No domingo, á Irmã Maria Augusta da Silva que é Irmã Franciscana de Nossa Senhora dos Anjos, Assessora da Infância e Adolescência Missionaria no Estado do Maranhão, contribuiu com a formação sobre os estudos na parte da manhã com a Carta aos Efésios e na parte da tarde com a Carta aos Gálatas. As formações impulsionaram os jovens a assumir por Amor á Missão. Á noite aconteceu na Capela do Sitio São Carlos á Celebração da Palavra com frei Edinaldo Bispo que é Servo do Preciosíssimo Sangue, esteve assessorando todo o Retiro e motivando os Jovens á se doar mais ao próximo.
Jovens com Irmã Augusta.

Jovens fazendo o Lavabo na Celebração do Frei Edinaldo.

O retiro contou também com a presença e formação do Diretor dos Servos do Preciosíssimo Sangue, Padre Clemilson dos Santos Araújo, que debateu sobre a Carta de Romanos e Coríntios durante o dia todo e na parte da noite encerrou sua participação Celebrando á missa para os jovens presentes no II retiro. “A partir do estudo é preciso que os jovens estejam dispostos á constantemente constituir á justiça para fazer de toda humanidade, Igreja Povo de Deus. Nesse Ano da Misericórdia” ressalta frei Clemilson em sua homília.

Formação com os Freis Clemilson e Paulo.

O último dia do retiro se concentrou na Espiritualidade, Oração e Partilha com os Testemunhos dos jovens Michelly Alcântara e Felipe Oliveira sobre a 1ª Experiência Missionária das Obras em 05 á 15 de Janeiro em Ananindeua – Pará, que sublinhou á importância de sermos uma juventude Além-fronteiras, assumindo o carisma e um rosto de jovens missionários conscientes e firmes na fé. 


Michelly dando seu testemunho.



Felipe exibindo a bandeira do Piauí.


Durante a tarde aconteceu uma Gincana Missionária que animou as equipes a recuperarem tudo o que foi visto durante o retiro. De forma interativa, as brincadeiras e as danças circulares animaram os jovens a trabalharem com alegria e entusiasmo na construção de uma juventude comprometida e responsável.

Segundo José Lopes, da equipe de coordenação do retiro, o momento propiciou maior consciência missionária na Arquidiocese. “Está em nossas mãos o poder, o dever, a obrigação e a necessidade de fazer um mundo melhor para se viver anunciar o Evangelho á todos, é nossa Missão.”


Juventude Reunida para foto oficial